Golfinhos acompanham regatas de abertura da Semana de Vela de Ilhabela

0

Duas espécies do mamífero apareceram na área das provas e encantaram os velejadores, neste domingo (9)
Mais de 100 golfinhos acompanharam os barcos que participaram, neste domingo (9), das primeiras regatas da 44ª Semana de Vela de Ilhabela. Comuns no litoral norte paulista e muito curiosos, os animais ficaram próximos às embarcações, encantando os velejadores, colocando em evidência a importância do evento na conscientização sobre a necessidade de preservar a vida marinha.

Os botos cinza foram os primeiros a aparecer, ainda pela manhã, logo na saída do canal, quando iniciaram as disputas da Alcatrazes por Boreste Marinha do Brasil, a mais longa, com 55 milhas náuticas, a Regata Ilha de Toque-Toque por Boreste, com 25 milhas, e a Regata Renato Frankenthal, com 10 milhas.

“Eles são chamados de boto tucuxi na Amazônia, e nadam em bandos grandes, com famílias inteiras. Os pais estão sempre rodeando os filhotes, para proteger”, explica Júlio Cardoso, diretor de meio ambiente do Yacht Club de Ilhabela. “Eles são mais tímidos, não aparecem muito e por isso são mais difíceis de ver”.

À tarde, já no retorno dos barcos da Ilha de Toque-Toque, os velejadores avistaram os golfinhos pintados do Atlântico. “Essa é uma espécie muito sociável. Eles ficam mais próximos e fazem saltos espetaculares”, comenta Júlio.

Desde 2004, quando avistou uma baleia de Bryde muito próxima do seu barco de pesca, Júlio Cardoso faz um incansável trabalho de avistagem e catalogação desses animais marinhos no litoral paulista. O trabalho já despertou a curiosidade de velejadores, moradores da ilha e visitantes, além de reforçar as medidas de preservação ambiental do Yacht Club de Ilhabela. Também rendeu a exposição “Baleia a vista”, com fotos das baleias e golfinhos avistados e explicações sobre cada espécie, aberta ao público diariamente até o final da Semana de Vela, no sábado (16).

A conscientização ambiental estende-se também às crianças, nesta edição da Semana de Vela de Ilhabela. Namorada e parceira de trabalho de Júlio Cardoso, a bióloga Arlaine Francisco elaborou um jogo da memória, com fotos de animais marinhos e de lixo jogado no mar, dispostas sobre um pano azul representando o oceano. Apenas as fotos de lixo têm pares, que as crianças devem retirar para “limpar a água”. O jogo está disponível na brinquedoteca do clube e fará parte do seu acervo após a competição.

Baleia de Bryde aparece no dia de descanso

Nesta segunda feira (10), entre a baía de Castelhanos e a Ilha de Búzios, foi encontrada uma baleia de Bryde que já havia sido avistada algumas vezes, apelidada de “Escondidinha”. “Ela aparece rapidamente, uma ou duas vezes e foge. Identificamos que ela tem uma cicatriz na dorsal, talvez causada por algum abalroamento por embarcação”, contou Julio.

Mais informações:

Site oficial – svilhabela.com.br
Facebook – svilhabela
Twitter – svilhabela
Instagram – svilhabela
Youtube – Semana de Vela de Ilhabela

Contatos:
Flávio Perez
[email protected]
Tel: +5511999498035
www.onboardsports.com.br

Compartilhe.

Sobre o autor

Trabalho com TI desde criança. Adoro o que faço. To sempre conectado e buscando novidades. Adoro a vida.

Deixe um comentário